segunda-feira, 5 de junho de 2017

6º CONCERTOS SOLIDÁRIOS - FESTIVAL ALBERTO NEPOMUCENO ATRAI PLATEIA DE TODAS AS IDADES


Luthieria

O 6º Concertos Solidários – FAN tem programação gratuita para todas as idades. O evento, durante os dez dias de programação (02 a 11 de junho), promove o incentivo à produção e difusão da música instrumental em suas variações, indo do erudito ao popular. Vai ser um diferencial! 

Nos dias das apresentações, o Festival estimula a arrecadação de materiais de limpeza para doação às instituições benemerentes. Nessa 6ª edição será contemplado o CAVIVER–Centro de Aperfeiçoamento Visual Ver a Esperança Renascer, ONG que trabalha com crianças socialmente desfavorecidas do Estado do Ceará com as principais causas de cegueira infantil.
  

Nesta terça (6), às 19h30min, o 6º FAN os alunos e comunidades vizinhas da Escola Municipal Professor Godofredo de Castro Filho, no bairro Vicente Pinzón, serão contemplados com a  apresentação da Luthieria Ensemble, projeto musical da ONG Tapera das Artes, a partir de instrumentos fabricados com material reciclado, como cabaças e canos PVC. 

 

Juazeiro do Norte também ganha ecos do FAN 2017 na quinta-feira (8), 19h30min, com a banda “Fera Neném” noshow “Into the Jungle Boogie” no CentrCultural Banco do Nordeste Cariri.


De volta a Fortaleza, na sexta-feira (9) às 15h30min, uma oportunidade de fluir entre “Livros, leituras e fotografia: música para os olhos” com a jornalista Izabel Gurgel, no Museu da Fotografia Fortaleza. A conversa aberta ao público traz alunos da Escola Pública Estadual Helenita Mota e tem seguimento com consultas às ilustrações referenciadas no bate papo, visitação à biblioteca e ao acervo do Museu. No mesmo dia, às 19h30min, acontece o “Alberto Nepomuceno em Serenata”, que junta o pesquisador Miguel Ângelo de Azevedo, criador do Acervo do Nirez, aos achados do colecionador Osmar Onofre, em seu arejado quintal de casa, na rua Barão de Aratanha, 835.  

Moacir Bedê


No sábado (10), às 16h, na Escola Beneficente de Surf Titanzinho, o 6º FAN promove “Um Acordeom na Beira do Mar” com concerto de Jair Dantas, educador e único acordeonista canhoto brasileiro, que apresenta trabalho voltado para a música Erudita e Popular.

O último dia de atrações do 6º Concertos Solidários – FAN  começa às 17h do domingo (11), no Museu de Arte Contemporânea (MAC) com a apresentação do Duo Glière de Cordas da UFC pela violinista Liu Man Ying e pela violoncelista Dora Utermohl de Queiroz.O Duo Glière faz homenagem ao violinista e compositor russo Reinhold Glière e traz no programa o Duo n.1 de Beethoven, entre as peças arranjadas para esta formação, caso de“Meditação de Thaís”, do compositor Massenet.

Ainda no domingo, à18h30, a Arena Dragão ganha os movimentos da Camerata de Cordas da UFC, sob direção das profªs. Dra. Liu Man Ying (violino e viola) e Ms. Dora Utermohl de Queiroz (violoncelo e contrabaixo), em que repercute repertório selecionado para o coletivo musical. Na sequência, o FAN recebe o Grupo de Violoncelos da UFC, sob coordenação da profª Dora Utermohl de Queiroz, que compartilham saberes, que promove concerto gratuito e aberto à comunidade com obras escritas especialmente para esta formação.

Encerrando o 6º FAN, o Grupo Choro Jazz Trio, formado por Moacir Bedê (guitarra, flauta e bandolim), Fábio Amaral (Baixo acústico e elétrico) e André Benedect (Bateria) sobe ao altar da Igreja N. Sra. da Piedade, às 18h45min, que vão do jazz, bossa nova, MPB, balada até o baião, entre belas harmonias e muita improvisação jazzística.

EXPOSIÇÃO PELOS ARES RETRATA MEIO AMBIENTE BRASILEIRO


O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado dia 05 de junho, suscita inúmeras discussões e questionamentos acerca de como a sociedade tem cuidado da natureza. No Brasil, nos últimos anos, inúmeros episódios de descasos com o Meio Ambiente são noticiados diariamente nos noticiários, como o rompimento de uma barragem na região de Mariana (MG), que despejou no Rio Doce mais de 60 milhões de metros cúbicos de lama tóxica, em novembro de 2015.

O aviador e piloto de paramator, Lu Marini, sobrevoou o local e observou de perto a tragédia, que já é considerada uma das maiores da história do País. Os registros dessa excursão e outras imagens que retratam o meio ambiente e a natureza brasileira, podem ser conferidos na exposição Pelos Ares: 15.042km de Brasil, na CAIXA Cultural Fortaleza recebe, 5 de maio a 2 de julho de 2017.


A mostra reúne um precioso material obtido pelo piloto Lu Marini, um dos mais importantes expedicionários de paramotor do mundo, em suas expedições por 22 estados brasileiros durante nove anos, entre 2009 e 2016.

Na exposição, que tem a curadoria de Gabriela Alejandra Nebot, o visitante poderá conferir seis temas centrais: Atlântico, Pantanal, Transamazônica, Rio Tietê, Rio São Francisco e Rio Doce. O conteúdo retrata o litoral brasileiro de norte a sul, a vida selvagem no Pantanal, a realidade da rodovia mais polêmica do país, o sofrimento de quem vive às margens de um dos rios mais poluídos do mundo, as diferenças de outro rio com seus encantos e, por fim, aquela que é a maior tragédia ambiental da história brasileira, o rompimento de uma barragem na região de Mariana (MG), que despejou no Rio Doce mais de 60 milhões de metros cúbicos de lama tóxica.


Serviço:

Exposição: Pelos Ares: 15.042km de Brasil
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 5 de junho a 2 de julho de 2017
Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h (abertura no dia 4/05, às 19h, com visita guiada com o piloto Lu Marini)
Classificação indicativa: Livre
Entrada gratuita 

I

CANTOR SILVA APRESENTA O SHOW BRASILEIRO NO THEATRO VIA SUL

O Theatro Via Sul Fortaleza recebe nos dias 20 e 21 de julho, às 21h, o show da nova turnê do cantor Silva, que lançou recentemente seu qua...