quarta-feira, 30 de agosto de 2017

CAMERATA DE CORDAS DA UFC SE APRESENTA NO PROJETO CLÁSSICOS DA LAGOA


Camerata de Cordas da UFC

O projeto Clássicos na Lagoa apresenta dia 1º de setembro às 17 horas, a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC). O evento é realizado nas primeiras sextas-feiras de cada mês, às margens da Lagoa do Porangabuçu, com o objetivo de promover concertos de música erudita gratuitos. No repertório, serão interpretadas peças como Allegro, de Haendel, La Folia, de Corelli, Concerto em Sol Maior “Alla Rústica” e Concerto em Ré Maior, de Vivaldi.

A Camerata de Cordas da UFC iniciou suas atividades em março de 2016, como conjunto de música de câmara do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará. Sob direção das professoras Dra. Liu Man Ying (violino e viola) e Ms. Dora Utermohl de Queiroz (violoncelo e contrabaixo).

O grupo conta com 25 integrantes, dentre eles alunos da graduação de Música da Universidade e de outros cursos, como Biologia e Engenharia. O projeto, que conta com o apoio da Secretaria de Cultura Artística da UFC, também envolve a participação de profissionais da comunidade, jovens vestibulandos e adolescentes.

FUNDAÇÃO WALDEMAR ALCÂNTARA LANÇA LIVRO DOS MESTRES DA CULTURA



Mestra Dina

A Fundação Waldemar Alcântara (FWA) lança nesta quinta-feira (31/08), às 18h30min, em sua sede, o Livro dos Mestres – O Legado dos Mestres: Cultura e Tradição Popular no Ceará. A publicação reúne perfis ilustrados dos 79 Mestres da Cultura, nomeados pelo Edital “Tesouros Vivos da Cultura” do Estado do Ceará. O evento de lançamento contará com apresentação do Boi do Mestre Zé Pio e do grupo Drama em Cena, da Mestra Ana Norberto, de Tianguá, além de Mestre Aldenir (Reisado), do Crato.

“Os Mestres da Cultura Tradicional Popular são os representantes da mais genuína tradução do povo cearense. Relicário da memória, dos modos de fazer, de viver, de conviver com a natureza e com os semelhantes. Tesouros vivos das nossas ancestralidades”. Assim as organizadoras da publicação, a jornalista e produtora cultural Dora Freitas e a historiadora Silvia Furtado apresentam os retratados, revelando também a relevância desse projeto.

Mestra Margarida Guerreira

Iniciado em 2012 e realizado com apoio do Governo Federal através do Ministério da Cultura (MINC), via Lei Rouanet, a edição traz nas suas 512 páginas o inventário do contingente de mestres consagrados desde a origem do programa, elencados em tomos diferentes os Mestres vivos e os mortos. Desde a pesquisa até a peregrinação por 36 cidades do Ceará, as organizadoras realizaram entrevistas com os Mestres atuantes em seus locais de ensinamentos, contando com o registro fotográfico de Jarbas Oliveira.

VICTOR ALEN APRESENTA SEU STAND UP COMEDY EM FORTALEZA

O Theatro Via Sul Fortaleza recebe no dia 12 de agosto, às 20h, o comediante Victor Alen, que apresenta seu  stand-up comedy, “De Orelha em...